Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Blog Bloggers Bruno Silva, Veterinário
Blogger: Bruno Silva, Veterinário
Bruno Silva, Veterinário
Médico Veterinário Bruno Silva
Licenciado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) em 2003.

Realizou estágio e incorporou o corpo clínico do Hospital Veterinário do Algarve entre 2003 e 2005.

Participa em congressos e pós-graduações em diversas áreas da medicina veterinária, tendo especial interesse pela área de cirurgia ortopédica e gestão de clínicas veterinárias. Em 2005 fundou a Clínica Veterinária de Vilamoura, da qual é director clínico.

Em 2011 e 2012, realizou o título de pós-gaduação
"Especialista em Traumatologia e Cirurgia Ortopédica em Animais de Companhia" pela Faculdade de Veterinária da Universidade Complutense de Madrid

From 1st January 2012, the rules for bringing your pet dog, cat or ferret into the UK will change.

Until then, the existing rules continue to apply for pets coming into the UK,
see www.defra.gov.uk/pets

1 - O primeiro passo é paciência !!!

No início, os cães e gatos vão achar estranho a escovagem dentária ou aplicação de pastas dentífricas. Por isso a melhor técnica é começar desde cedo a habituar o seu animal á prevenção.

Já foi adoptado

Cachorro "Bodeguero" para Adoção

No primeiro fim de semana de Abril de 2011 foi encontrado abandonado na praia de Valdevaqueros, em Espanha, um cachorro "Bodeguero", raça espanhola, parente proximo do Jack Russell.

O veneno para ratos é uma das substâncias mais mortais que um animal de estimação pode ingerir. A warfarina é um dos componentes mais comuns de veneno de rato e raticidas.

Socialização de Cachorros

Nunca se interrogou porque é que alguns cães dão-se com gatos e outros não?

Ou porque é que alguns cães gostam de estranhos e outros não?

Ou aqueles que brincam com outros cães e outros demonstram comportamentos agressivos?

Será tudo predisposição genética da raça? Ou existirão outros factores que influenciam estes comportamentos?

As fezes contaminadas são a fonte primária de infecção da parvovirose canina.

O CPV-2  (Parvovirus canino) é altamente contagioso e espalha-se por contacto directo do cachorro com fezes contaminadas, ambientes e/ou pessoas contaminadas.
O vírus pode também contaminar as superfícies dos canis, os recipientes do alimento e da água, trelas e coleiras, e as mãos e roupa do pessoal que contacta com animais infectados.

Quais os sintomas da Parvovirose Canina?

A doença normalmente apresenta-se como um episódio gastroentérico severo, altamente contagioso e quase sempre hemorrágico em cachorros (com mais de 3 semanas de idade).

O que é a Parvovirose?

A Parvovirose é uma das viroses mais conhecidas e mais contagiosas entre os cães domésticos, sendo também chamada de Enterite Canina Parvoviral.
A doença causada por um parvovírus manifesta-se de duas formas, que são:
  • Forma Entérica / Intestinal;
  • Forma miocárdica / Cardíaca.
Veja mais sobre O que é a Parvovirose?
O cancro é comum em animais domésticos e a sua incidência aumenta com a idade. O cancro é responsável por cerca de metade das mortes de animais de estimação com mais de dez anos.

Como é diagnosticado o Cancro?

Veja mais sobre O que é o Cancro?
As doenças infecto contagiosas são aquelas que podem ser transmitidas directamente ou indirectamente de animal para animal ou mesmo de animais para as pessoas (as chamadas ZOONOSES).

A neurologia é o estudo do sistema nervoso, suas relações e transtornos.

As patologias podem afectar o sistema nervoso central (medula espinal e encéfalo) ou o sistema nervoso periférico (nervos periféricos como o nervo braquial ou o nervo ciático).

10 Sinais Comuns de Cancro em Animais

  1. Um inchaço anormal que persiste ou continua a crescer
  2. Feridas que não cicatrizam
  3. Perda de peso
  4. Perda de apetite
  5. Sangramento ou descarga de qualquer abertura do corpo
A boca pode ser alvo de várias doenças nos animais domésticos com consequências diversas para a saúde do animal:

Sintomas de doença da cavidade oral em animais domésticos:

  • Halitose;
  • Dor/dificuldade na mastigação;
  • Dificuldade na deglutição;
  • Falta de apetite;
  • Úlceras na mucosa bucal;
  • Alterações de comportamento;
  • Perda de peso;
  • Perda de sangue pela boca;
  • Massas/assimetrias do focinho;
  • Corrimento nasal;
  • Periodontite.
A dirofilariose, causada pelo parasita Dirofilaria immitis, é uma doença grave e potencialmente fatal, que infecta cães, gatos e furões.

Pode também infectar uma série de outros animais selvagens, onde se incluem felídeos selvagens (tigres, leões, pumas, etc.) e ainda leões-marinhos e focas.

Foram documentadas infecções em humanos, mas pensa-se que sejam casos raros, que normalmente não apresentam sintomatologia.

A Esgana é uma doença grave e altamente contagiosa, causada por um vírus que afecta o sistema respiratório, gastrointestinal e frequentemente o sistema nervoso de cães e cachorros.

O vírus pode também afectar outros canídeos selvagens (raposas, lobos e coiotes).

A parvovirose canina tipo 2 (CPV-2)é uma doença altamente contagiosa, causada por um parvovirus, que afecta o tracto gastrointestinal de
  • cachorros,
  • cães adultos
  • e canídeos selvagens (ex: raposas, lobos, etc.).

O que é uma anestesia?

Anestesia é a perda se sensibilidade. Quando falamos em anestesia, normalmente referimo-nos à anestesia geral.

A anastesia indica-nos um estado de inconsciência produzido por drogas em que a ausência de dor e o relaxamento muscular estão presentes.

Todos os anestésicos têm os seus riscos e cada Animal de Estimação reage de maneira diferente aos fármacos administrados. Nos últimos anos houve grandes avanços quanto á eficácia e á segurança dos agentes anestésicos. É usual o preenchimento de autorizações anestésicas por parte dos proprietários, não porque tememos o pior, mas simplesmente para garantir que os donos tomam conhecimento dos riscos envolvidos numa anestesia geral. Pode estar seguro quanto é monitorização do seu animal durante todo o procedimento e sua recuperação.

Todos nós achamos um cachorro ou gatinho amoroso e saudável, mas eles crescem muito rápido.

Com cerca de 2 anos de idade, gatos e cães são já adultos.

Contudo, dependendo da raça, eles têm diferentes taxas de crescimento e a maioria dos animais com 8 ou 9 anos são já considerados geriátricos / idosos.

Muitas raças demonstram sinais de envelhecimento ainda mais cedo.

Actualmente o controlo da dor é uma importante parte do tratamento em qualquer situação que envolve dor. Até em procedimentos simples como castrações de rotina, a dor está presente.

O controlo da dor deve ser feito em todos os passos cirúrgicos.

Os gatos são criaturas muito especiais e apesar de todos os esforços feitos pelo Homem, não são assim tão distantes dos seus antepassados selvagens. Tem uma variedade enorme de padrões comportamentais e uma linguagem própria. Assim sendo, quando os trazemos para as nossas casas e os tentamos domesticar, eles continuam a ser eles próprios e a fazer “o que bem lhes apetece”. Isto pode ser bastante frustrante para certos donos de gatos, mas a verdade é que nós temos que aprender a viver com eles e não eles connosco. Perceber porque é que os gatos se comportam de determinada maneira, pode ajudar-nos a desenvolver estratégias para persuadir o gato a fazer o que nós queremos.
Clínica Veterinária de Vilamoura > Blog >> Bloggers >> Bruno Silva, Veterinário

Clínica Veterinária de Vilamoura

Veterinários Bruno Silva | Rui Lima

Av, Eng João Meireles 8125 Vilamoura, Algarve - Portugal

Telefone: (+351) 289 312 709

Telemóvel  Urgências Veterinárias

(+351) 91 900 40 50

 

Clinica Veterinaria

Clínica Veterinária