1 - O primeiro passo é paciência !!!

No início, os cães e gatos vão achar estranho a escovagem dentária ou aplicação de pastas dentífricas. Por isso a melhor técnica é começar desde cedo a habituar o seu animal á prevenção.

2 - Descubra os gostos do seu amigo !!!

O que ele gosta de fazer ? Passear ? Brincar com uma bola ? Um petisco talvez... o que seja... descubra o que ele mais gosta de fazer.

Aqui está o grande segredo: tente escovar os dentes dele se for agradá-lo depois... pois eles são muito espertos, e vão permitir a escovagem aos poucos quando perceberem que no final sempre ganham uma recompensa !

Sabia que existem proprietários que contam que os seus companheiros vêem a escova e ficam todos animados para um passeio ?

3 – Pasta de dentes com sabores !!!

Existem pastas especiais com gosto de carne, frango, peixe... etc ! É mais um truque que tem para agradar o seu companheiro. Além de ser agradável para o paladar dele, por ser um material abrasivo, diminui o tempo de escovagem.

Use apenas pasta de dentes veterinária ! Pois não contêm sabão nem flúor ! E se eles engolirem a pasta, não trará nenhum inconveniente.

4- Pasta de dentes enzimática

Existem pastas de dentes com acção destruidora da placa bacteriana, sem necessitar escovagem. Basta aplicar na gengiva e dentes uma vez por dia (de preferencia ao deitar), e deixá-la actuar ao longo de 24 horas. É uma boa opção para animais que não deixam escovar os dentes.

5- Barras especiais de limpeza de dentes

Poderá limpar os dentes do seu animal de uma forma bastante confortável para ambos. Existem barras comestíveis específicas para prevenção do tártaro. Basta dar ao seu animal uma barra por dia. Pode usá-la como recompensa durante uma actividade ou ensinamento.

 

Como devo escovar os dentes do meu cão ?

1 - No inicio...

Comece com os dedos... isso mesmo, sem escova nem pasta. Apenas massage as gengivas do seu amiguinho, até ele não deixar mais... e depois já sabe: a recompensa !

Aos poucos, ele vai-se habituando a deixar manipular a boca, e quando tiver expert no assunto, tenta introduzir a escova-de-dentes. Claro que neste ponto eles podem achar estranho... mas já sabe: paciência e recompensa são as chaves da limpeza dentária.

Aos poucos, verá que ele vai aceitar tranquilamente a escova, acompanhada da recompensa.

2 - Como escovar

Em cães e gatos, é mais fácil utilizar os movimentos de vai-e-vem. Mantenha sempre as cerdas inclinadas a 45ºgraus.

Comece pelos incisivos, e aos poucos, à medida que o seu amigo permitir, avance para os pré-molares e molares

3 - Que escova  utilizo ?

Existem vários tipos no mercado. A escova de uso veterinário tem a inclinação diferente da nossa, de uso humano, para facilitar a escovagem.

Os famosos "dedais de silicone" são uma boa ferramenta para habituar o seu animal a um objecto diferente dentro da boca, mas não são eficientes para escovagem, pois as cerdas de borracha não removem a placa bacteriana corretamente.

As escovas devem ter cerdas macias, para não ferir a gengiva, evitando que a escovagem seja algo traumatizante.

4 - Com que frequência devo escovar ?

A placa bacteriana acumula-se e organiza-se em 24 a 48 horas. Depois desse tempo, começa a causar danos à gengiva, resultando em gengivite.

Se a gengivite persistir por dias, inicia-se o processo de destruição da gengiva, podendo com o tempo evoluir para uma periodontite, que é a destruição do osso alveolar (que sustenta o dente).

Portanto, o ideal é escovarmos diariamente os dentes dos cães e gatos, para destruir e remover a placa bacteriana. Escovagens semanais, são pouco eficientes. Lembre-se que em dois dias a placa está já organizada, linflamando a gengiva.