A Alergia no Cão e no Gato

Apesar dos sintomas e dos tratamentos serem diferentes nos seres humanos, a alergia também é um transtorno frequente nos animais. Conhecer as características da alergia ajuda-nos a entender melhor o problema e, portanto, dar-lhe o melhor tratamento.

 


O que é a Alergia?

A alergia é uma doença na qual o sistema imunológico reage de forma anormal diante da presença de agentes como:
  • Pólen
  • Ácaros
  • Alimentos
  • Fármacos
  • outros compostos químicos conhecidos como Alergenos

A reacção alérgica produz-se quando o alergeno entra em contacto com a pele do animal, quando é inalado, ou ingerido.

Quais são os Sintomas mais frequentes?

Sem dúvida o prurido (coceira) intenso é o sintoma mais característico. O animal coça-se frequentemente e como resultado pode causar a perda do pêlo, lesões e infecções secundárias na pele.

Quantos tipos de Alergia se conhecem?

Alergia a picada de pulgas:

é a mais comum das alergias caninas. Somente o controle rigoroso das pulgas, tanto no animal como no meio ambiente em que vive, pode solucionar o problema.

Dermatitis Atópica (Ambiental):

conhecem-se com esse nome a alergia provocada por pólen, ácaros e outros componentes ambientais. Diante da impossibilidade de eliminar esses alergenos do ambiente, devemos recorrer aos fármacos ou à hipossensibilização do animal mediante uma imunotrerapia (vacina).

Alergia Alimentar:

alguns componentes da dieta podem ser a causa de reacções alérgicas. Além dos sintomas na pele, podem ser observados vómitos e diarreia. A suspensão do alimento agressor é o único modo de eliminar os sintomas.

Como se diagnostica a Alergia?

A partir de uma amostra de sangue podemos saber se o seu aninal de estimação sofre de alergia à picada de pulga ou dermatitis atópica, além disso podemos saber qual é o alergeno que está a causar o problema.

As análises sanguíneas permitem saber se o animal é alérgico e conhecer a que é alérgico, através de um teste específico de identificação do alergeno.

No caso da alergia alimentar, a única forma de disgnosticá-la é administrar uma dieta (dieta de eliminação) ao animal durante 8 semanas, que não contenha o alimento agressor. Actualmente não existem análises sanguíneas fiáveis para detectar a alergia alimentar.

Existe um tratamento para a Alergia?

É importante destacar que a alergia não se cura, mas pode ser controlada e assim conseguir que o animal não tenha sintomas, ou seja, não se coce. O único tratamento tanto para a alergia á picada de pulga como para a alergia alimentar, consiste na eliminação do alergeno agressor (a pulga ou o alimento). No caso da dermatitis atópica, como isso não é possível, devemos recorrer aos tratamentos farmacêuticos ou ás vacinas. Os fármacos que existem hoje em dia têm eficácia limitada ou muitos efeitos adversos, por isso, se os sintomas duram mais de seis meses ao ano,  aconselha-se uma imunoterapia.

O que é uma Imunoterapia  (vacina)?

A imunoterapia é um tratamento através do qual conseguimos desestabilizar o sistema imune do animal diante esse agente agressor, a partir de injecções periódicas de pequenas quantidades do alergeno responsável pelos sintomas. Numa alta percentagem de cães, os sintomas da alergia podem ser controlados de forma segura e eficaz se a imunoterapia for formulada adequadamente.