parallax background
 

ONCOLOGIA

Serviço de Oncologia Animal (Cancro)

Cada vez mais os nossos melhores amigos atingem uma idade em que doenças degenerativas (ex osteoartrose, dor crónica), insuficiências( renais, hepáticas, cardíacas) e neoplasias( tumores) lhes podem diminuir a qualidade de vida!!

O objectivo na nossa clínica é proporcionar, aos nossos pacientes, o maior conforto possível, para que possam desfrutar ao máximo de cada dia que passam na nossa companhia!

Nos dias de hoje há uma grande percentagem de animais que sofrem de problemas oncológicos (cerca de metade dos cães e um terço dos gatos com mais de 10 anos irão perder a vida para o cancro) e, mesmo animais mais jovens podem ser afectados. As neoplasias são a segunda causa de morte em animais depois dos 2 anos de idade, logo a seguir aos traumas.

Seguem-se algumas respostas a questões mais frequentes que podem ajudar a esclarecer algumas dúvidas! Não hesite em nos contactar para mais esclarecimentos!!

O que é o cancro?

O nosso corpo é constituído por pequenos “blocos” chamados células. Estas constituem todos os tecidos no corpo, como a pele, os intestinos, pulmões e ossos, por exemplo. Todas as células estão programadas para durarem um tempo limitado e as células mais velhas vão sendo substituídas por células novas. O número de vezes que as células se dividem, também está normalmente, programado. Há vários factores que podem afectar este processo, e, torná-lo anormal, como a exposição solar, o fumo, alguns herbicidas e também factores genéticos. Quando se dão estas transformações, as células anormais, recém criadas dividem-se indefinidamente e deixam de obedecer aos comandos dados pelo organismo, criando assim uma massa ou um tumor. Alguns tumores não se disseminam pelo corpo (benignos), enquanto outros se podem espalhar ou metastizar pelo organismo (malignos). Que tipos de tumores é que existem?

Há muitos tipos de células no corpo por isso existe o mesmo número de tipos de cancro, mas, em geral, podem ser divididos em 3 grandes grupos:

1 Tumores dos ossos e do tecido conjuntivo como as cartilagens, músculos e tendões. Normalmente têm associado ao nome da condição a palavra “sarcoma”
2 Tumores dos órgãos como o fígado, pulmões, intestinos ou boca. Normalmente têm a palavra “carcinoma” associada ao nome da condição.
3 Tumores de “células redondas” que são tumores que podem “viajar” no organismo através dos vasos sanguíneos ou linfáticos.
Exemplos são os linfomas, mastocitomas e melanomas.

Saiba mais:

OSTEOSARCOMA
Os osteosarcomas são tumores dos ossos e podem ocorrer em qualquer lado do corpo, embora a localização mais frequente seja no rádio distal, logo acima do pulso.
O tratamento foca-se no controlo da dor óssea através de várias técnicas, e possivelmente no uso de agentes quimioterápicos para tentar diminuir o crescimento e a metastização do tumor.
Por vezes, o membro é amputado e normalmente a adaptação do animal a andar em 3 membros é excelente!
As decisões sobre o tratamento e/ou amputação são tomadas em conjunto entre os médicos veterinários os donos, de modo a que o paciente usufrua dos melhores cuidados possíveis.
LINFOMA
Os linfomas são tumores dos gânglios linfáticos. Podem apresentar-se com o aumento dos linfonodos do pescoço, axila, virilha ou na parte de trás do joelho. Os pacientes normalmente apresentam-se cansados, com perda de peso e podem beber mais água do que o normal. O tratamento para o linfoma é normalmente com quimioterapia, que pode causar que os gânglios aumentados diminuam rapidamente para o tamanho normal e o animal ganhe novamente qualidade de vida. Em muitos casos, cães e gatos podem viver com um linfoma por vários meses e até anos.
MELANOMA
Este é um tumor pigmentado de preto que pode aparecer na boca, nos dedos e na pele, em geral. Os melanomas podem sangrar e gerar desconforto por isso a cirurgia pode melhorar a qualidade de vida do paciente.
CARCINOMA DAS CÉLULAS ESCAMOSAS
Este é um tumor comum em gatos que pode aparecer na boca, no nariz e nas orelhas. O tratamento é cirúrgico, numa primeira fase, para remover a zona afectada e os tecidos circundantes. Como são tumores muito invasivos, pode ser necessário remover uma grande parte de tecido que rodeia o tumor. Radioterapia e/ou quimioterapia podem ser necessários neste tipo de tumores.
MASTOCITOMA
Este é o tumor de pele maligno mais comum em cães. Podem-se manifestar de diferentes maneiras e podem aparecer em qualquer lado do corpo, por isso é importante detectá-los precocemente. Normalmente os mastocitomas necessitam de cirurgia para serem removidos. Os mais agressivos também podem precisar de quimioterapia para diminuir o crescimento ou a metastização. Por vezes, faz-se quimioterapia antes da cirurgia para diminuir o tamanho do tumor e proporcionar um melhor resultado pós-cirúrgico.
O que posso fazer para ajudar o meu animal?
Cancro é uma palavra assustadora, e, no início, é normal ficar ansioso e perturbado. Os animais não entendem a palavra, mas entendem os seus proprietários! Uma das coisas mais importantes que pode fazer pelo seu animal é mostrar uma atitude positiva e otimista- o nosso animal sente bem quando estamos tristes!!!

É importante que o seu animal coma e beba bem, como normalmente, e que as suas rotinas mudem o menos possível( embora se possam fazer adaptações aos passeios para que ele possa descansar mais) porque as mudanças podem ser stressantes para eles.

JÁ CONHECE OS NOSSOS SERVIÇOS?


Temos ao seu dispor todos os equipamentos necessários para o tratamento e bem estar do seu animal de estimação.

Clique Aqui>
parallax background


Language »